Guia do viajante do caminho de Santiago: o que você precisa saber!

A peregrinação no Caminho de Santiago de Compostela já virou uma famosa tradição. Todos os anos, milhares de peregrinos partem rumo a essa experiência transformadora e misteriosa em busca de autoconhecimento e fortalecimento da fé.

Existem inúmeros motivos que levam as pessoas a realizar essa aventura, seja de forma solitária ou com amigos. O mais importante é entender que todos eles envolvem momentos de reflexão e a superação de desafios. Afinal, estamos falando de um trajeto que é percorrido ao longo de centenas de quilômetros — a distância e o nível de dificuldade dependem da rota escolhida.

Seja qual for a sua razão para percorrer esse trajeto, saiba que ele é transformador. Este guia do viajante do caminho de Santiago traz as principais informações que você precisa saber antes de partir nessa aventura. Confira!

O que é o Caminho de Santiago?

O Caminho consiste, na verdade, em vários percursos que levam os peregrinos até a cidade de Santiago de Compostela para cultuar e venerar as relíquias e o sepulcro do apóstolo Santiago, localizado na Catedral de Compostela. Atualmente, a peregrinação se tornou uma experiência espiritual e cultural muito procurada por peregrinos de todo o mundo.

Como chegar até o local?

Não existe um único ponto de partida. O Caminho de Santiago é formado por várias rotas. Logo, há várias possibilidades de trajetos de peregrinação que levam até Santiago de Compostela — existem os caminhos mais tradicionais que a maioria dos peregrinos costuma escolher. Contudo, a opção fica por sua conta.

Caminho Francês

A rota mais comum e popular entre os peregrinos é o caminho francês. Para isso, o recomendado é partir de Madrid e de lá pegar o trem, avião ou ônibus até a cidade de Pamplona. De Paplona, deve-se pagar um ônibus ou táxi até o início do trajeto em Saint-Jean-Pied-de-Port, na França.

É também a rota com a melhor estrutura para os peregrinos. Há uma variedade de hotéis, albergues e restaurantes, além de ser bem sinalizada — o percurso tem aproximadamente 800 km até a cidade de Santiago de Compostela, o que demora cerca de 30 dias para ser percorrido.

Essa rota costuma receber cerca de 150 mil pessoas por ano. A concentração é grande na época do verão europeu, durante os meses de junho, julho e agosto. Ao longo do caminho, o peregrino se depara com paisagens incríveis.

Caminho Português

Essa rota começa no Porto, em Portugal. Por ser bem estruturada e plana, com poucas subidas e descidas, é a segunda mais popular entre os peregrinos, representando uma percentagem de 15% de todos os peregrinos que chegam até Santiago todos os anos. O percurso é de aproximadamente 230 km, que costuma durar de 7 a 11 dias.

Caminho do Norte

Essa rota tem início em Irun, na Espanha, segue pela costa norte espanhola, passando pelo Caminho Francês, em Arzúa. O trajeto tem cerca de 850 km até Santiago de Compostela — de 30 a 35 dias de duração.

O caminho é o terceiro mais usado pelos peregrinos, uma vez que os trechos de descida e subida exigem um condicionamento físico maior — do total dos peregrinos que chegam até Santiago de Compostela, somente 6% utilizam esse trajeto. Isso o torna ideal para experiências mais solitárias e para quem busca refletir e buscar o autoconhecimento. Ainda que sua estrutura não seja tão desenvolvida, ele também oferece hospedagens e restaurantes e continua sendo bastante utilizado pelos peregrinos.

Mas afinal, como traçar um bom roteiro?

Além dos três caminhos que mencionamos aqui, também existem centenas de outros, como o Primitivo, o Inglês e o Aragonês. O ideal, antes de fazer a escolha final do trajeto, é pesquisar a rota e as etapas de cada uma, o nível de dificuldade, bem como a estrutura ao longo do trajeto — os hotéis, albergues, lanchonetes e restaurantes disponíveis.

Qual é a melhor época para ir?

O recomendado é percorrer o Caminho de Santiago entre os meses de abril e outubro. Contudo, no verão, as altas temperaturas podem dificultar um pouco a caminhada. Por isso, é preciso usar roupas adequadas para suportar o calor. Além disso, há uma alta demanda em albergues e restaurantes, por ser período de férias dos europeus.

De toda forma, evite fazer o trajeto na época do inverno, pois a neve costuma bloquear alguns caminhos de rota. Além disso, as baixas temperaturas causam desconforto e podem prejudicar a sua saúde e disposição.

Quais são os cuidados que se deve ter?

Sem sombra de dúvidas, ter um bom condicionamento físico deve estar no topo da sua lista quando o assunto é percorrer o Caminho de Santiago. Um corpo saudável é essencial para encarar quilômetros de trajeto e permanecer firme e bem disposto durante todo o caminho. Por isso, investir na musculação e em caminhadas semanas antes da viagem é uma boa maneira de se preparar — por isso, o fortalecimento das pernas e das costas é essencial. Além disso, não se esqueça de usar um bota adequada para caminhadas de longas distâncias.

Quais são as particularidades do Caminho de Santiago?

Credencial do Peregrino

A Credencial do Peregrino consiste em uma espécie de passaporte oficial para os peregrinos, composto por 14 páginas. Durante a caminhada, o viajante vai carimbando esse documento cerca de duas vezes por dia em igrejas, albergues e demais estabelecimentos. O objetivo é comprovar a passagem do peregrino pelos pontos que compõem a rota.

Certificado de Santiago de Compostela

Quase ao final do trajeto de peregrinação, os peregrinos que percorreram uma distância de pelo menos 100 quilômetros a pé ou então 200 quilômetros por meio de cavalo ou bicicleta têm direito a ganhar a Compostela. Trata-se de uma espécie de certificado atestando que o Caminho de Santiago foi devidamente percorrido.

Como você pode estar imaginando, o Caminho de Santiago é um desafio físico e espiritual intenso e uma experiência transformadora em todos os sentidos. Ao longo da caminhada, você vive muitas situações que fazem você refletir mais sobre a vida. Com certeza, o peregrino que passa por essa experiência não é a mesma pessoa depois de viver essa aventura única e instigante.

Você gosta de viver novas experiências e de conhecer novos destinos, não é mesmo? Se achou este guia do viajante do caminho de Santiago interessante, aproveite para assinar a nossa newsletter e fique por dentro das próximas dicas de viagem!