bota para neve

Como escolher uma bota para neve? Confira 7 dicas

Jaquetas de Chuva Columbia SportswearPowered by Rock Convert

Quem já enfrentou temperaturas abaixo de zero e se aventurou pela neve sabe da dificuldade em escolher calçados adequados. Quase todo mundo passa por alguma dificuldade na primeira vez, seja por não conseguir aquecer os pés, seja pelo desconforto. A escolha da bota para neve é muito importante, pois ela vai garantir a sua segurança.

Se você tem dúvidas de como escolher o calçado adequado, este texto é para você. Nele vamos ensinar quais as principais características de um bom calçado para a neve e quais pontos você deve analisar.

Como escolher a melhor bota para neve?

1. Material

Para enfrentar neve e o gelo, a bota precisa ser de um material resistente, que aguente as baixas temperaturas e condições extremas, além de sempre manter os pés secos. Outro ponto positivo é a maleabilidade, que deixa o calçado mais confortável e adaptado ao pé.

As botas podem ser feitas de couro ou tecido sintético. Alguns modelos das nossas botas são produzidos com uma membrana impermeável e respirável. Isso significa que ela não deixa água de fora entrar e facilita a saída do suor, para que seu pé não fique molhado. As botas Columbia com esse atributo são produzidas com membranas Omni-Tech ou Outdry.

2. Permeabilidade

O segundo ponto que deve ser analisado é a permeabilidade. No caso de botas para neve, ela deve ser completamente impermeável. Se você precisar atravessar locais com a neve mais alta, precisa ter certeza de que seu pé não vai ficar molhado.

Caso isso aconteça, não adianta as melhores roupas de frio, que você não vai conseguir manter o calor do corpo e ainda pode ficar com o pé congelado. Por isso, você deve avaliar a qualidade do material, o acabamento, os tratamentos aplicados, como impermeabilização, e a tecnologia do tecido. Temos uma variedade de botas, cada uma para um objetivo específico. Com certeza você encontrará uma que se adapte às suas necessidades.

3. Proteção contra o frio

Uma das principais questões e dificuldades enfrentadas na neve é o frio. Manter a temperatura corporal estável, nos 36°C, é um desafio e tanto quando o ambiente está com a temperatura negativa. Quando está ventando, a sensação térmica fica ainda mais baixa.

Para ajudar nesta questão, procure uma bota forrada. A melhor opção de forro são os que usam tecidos tecnológicos, como o Omni-Heat. Ele mantém a temperatura estável. Além do tecido, algumas botas possuem um forro de pele sintético no colarinho e na língua, promovendo ainda mais o conforto térmico e o aquecimento.

4. Tecnologia

A tecnologia não serve apenas para celulares e aparatos eletrônicos. Ela deve ser utilizada nas roupas, nos calçados e nos acessórios para a prática esportiva. Para enfrentar baixas temperaturas, o ideal é usar baselayers com a tecnologia Omni -Heat e jaquetas com a tecnologia OutDry, assim como nos calçados.

5. Solado da bota

Outro ponto importante que deve ser levado em consideração é o solado da bota. Este é um item de segurança. Ao enfrentar a neve ou temperaturas muito baixas, o solo pode congelar e fica escorregadio. A neve também não garante segurança ao andar, pelo contrário: na verdade, o risco de escorregar e cair é muito maior. Durante uma viagem ou uma aventura outdoor, isso é um problema, afinal ninguém quer correr o risco de se machucar.

Por isso, o solado da bota deve ser de borracha, para garantir aderência ao solo. O solado também não pode ser liso, ele precisa ter grip para melhorar a aderência. Os cravos — igual aqueles de chuteira de campo — e grampos também garantem a segurança.

Alguns modelos de botas Columbia, são produzidos com solado específico para a neve: o solado Composto Michelin. Ele oferece aderência e é antiderrapante. Outra vantagem desse solado é o controle multidirecional em terrenos gelados, o que os cravos e grampos não conseguem oferecer. Foi testado e aprovado em baixíssimas temperatura, de até -30°C.

6. Atividade

Um dos pontos a serem analisados na compra é a finalidade da bota. Você pode querer uma bota para uma caminhada na neve ou apenas para usar na cidade em dias de neve. Cada uma dessas atividades vai ter uma bota ideal.

Uma bota para a cidade vai ter um solado completamente diferente da bota para neve, que deverá ter mais resistência para não escorregar. Outra diferença vai ser a altura do cano da bota.

O design das botas também é diferenciado. É claro que a beleza do calçado faz diferença na hora de escolher um, afinal, ninguém quer sair com um “feio”. A questão é que uma bota para trekking vai ser mais robusta que a bota para cidade. Isso não impede de ela ser usada em outros contextos, mas pode acabar sendo mais desconfortável — pelo peso e pela maleabilidade da bota.

Para quem se preocupa com a questão estética do look do dia, um produto especificamente para a cidade faz a diferença. Esses modelos são pensados a fim de unir tecnologia e as funcionalidades de uma bota para neve com a beleza e design para andar pela cidade.

7. Custo-benefício

O último ponto que deve ser analisado é o custo-benefício. Não adianta nada você comprar uma bota ou qualquer outra peça para uma viagem de aventura que não tenha qualidade. Você pode ficar na mão e, em casos mais extremos, colocar sua segurança em risco.

Ao procurar um modelo, analise as características básicas que já apresentamos: material, impermeabilidade, tecnologia, solado e aquecimentos dos pés. Se o modelo oferecer todos esses pontos, chegou a hora de avaliar o custo-benefício e a atividade que será feita. Ao combinar todos esses fatores, você vai ter encontrado sua bota para neve ideal!

Se você está procurando uma bota e não sabe onde pode encontrar, dê uma olhada no nosso site. Lá você encontra uma grande variedade de botas e vestuários para aventura.

Powered by Rock Convert

Columbia Sportswear

Conheça nossa Loja Virtual »

POSTS RECENTES

FIQUE POR DENTRO!
Receba dicas de destinos, produtos e muito mais para aproveitar melhor suas aventuras!
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!