Você já conhece o rafting noturno? Entenda mais sobre a modalidade!

Você já imaginou ter a experiência de descer por uma corredeira, em um bote inflável, apenas com remos e no escuro? Parece loucura, mas você pode fazer isso. O rafting é um dos esportes radicais mais conhecidos no mundo da aventura. Uma das maneiras de praticá-lo é durante a noite, conhecido como rafting noturno.

Neste artigo, você vai conhecer mais sobre este esporte, quais as diferenças entre o rafting noturno e o “tradicional” e descobrir como começar a praticar. Boa leitura!

Você já conhece o rafting?

O rafting é uma atividade de aventura na qual os praticantes descem rios e corredeiras em botes, usando apenas remos para direcionar o bote e desviar de obstáculos. Inclusive, o nome vem da palavra em inglês “raft”, que significa bote. A atividade é feita em grupo, que ajuda a promover o espírito de equipe e boas doses de adrenalina.

Os rios onde pode ser praticado são avaliados em níveis de 1 a 6, sendo o nível 1 os mais fáceis, e 5, os mais difíceis. Os rios classificados como nível 6 são inavegáveis. Ao fazer rafting pela primeira vez, é interessante começar pelos mais fáceis e aumentar a dificuldade de acordo com a experiência.

Quais as diferenças entre o rafting noturno e diurno?

Uma das possibilidades de praticar o rafting é fazê-lo durante a noite. Com relação à parte de execução, não existem muitas diferenças. Sob a luz do dia ou o luar, as técnicas são as mesmas. Então, você pode se perguntar, por que fazer o rafting noturno?

Um das primeiras e principais diferenças é em questão ao cenário. Ver a natureza durante o dia ou durante a noite são duas experiências completamente diferentes. Os animais que você pode encontrar à noite, os sons e ruídos e até a própria aparência das árvores e do rio muda com a Lua.

Outra diferença que faz valer a pena praticar o rafting noturno é a adrenalina. Durante a noite, a luminosidade é menor, o que traz uma dose extra de emoção para os praticantes. Mas isso não faz da modalidade exclusiva para quem já tem experiência na atividade. Segundo os guias e instrutores, qualquer um pode praticar, seja de dia, seja de noite.

Como praticar a modalidade?

Agora que você já conhece as diferenças entre o rafting noturno e diurno, resta saber como começar a praticar!

A primeira dica para começar a praticar é saber os locais e empresas que oferecem o esporte. No Brasil, existem vários locais onde é possível praticar o rafting. Procure por aqueles com guias experientes e que conheçam bem o rio onde é feito.

A segunda dica é em relação aos equipamentos de segurança. Mesmo que você saiba nadar e já tenha feito outros esportes radicais, não abra mão do colete salva-vidas e capacete. Cheque bem os equipamentos antes de começar para evitar acidentes.

A terceira e última dica é com relação ao vestuário. Sempre que for praticar uma atividade, use roupas adequadas à prática, como calças, camisetas e blusas leves, com tecidos tecnológicos e que secam mais fácil.

Um calçado respirável também ajuda, pois ele pode secar mais facilmente que um calçado impermeável. Lembre-se de levar um agasalho e uma muda de roupa para depois da atividade. Assim, você pode ficar quentinho depois de se molhar no rio.

Agora você já conhece o rafting noturno e pode aproveitar a modalidade. Ele não é um substituto do rafting diurno, apenas um novo jeito de praticar. Por isso, as dicas de como começar a praticar podem ser aproveitadas tanto de dia quanto de noite.

Para você saber onde pode fazer o rafting, leia este artigo do blog sobre os melhores locais para praticar no Brasil!