Estrada Real

Columbia Sportswear

Conheça nossa Loja Virtual »

POSTS RECENTES

FIQUE POR DENTRO!
Receba dicas de destinos, produtos e muito mais para aproveitar melhor suas aventuras!
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Estrada real: saiba por que você deve fazer esse passeio!

O Sudeste brasileiro guarda uma rica tradição cultural. Além das belezas naturais, da deliciosa gastronomia e do povo, sempre muito receptivo e animado, a região apresenta inúmeras cidades históricas que podem ser visitadas por meio de vários roteiros.

Um dos passeios mais famosos e procurados pelos visitantes é a rota turística Estrada Real. O nome tem origem nos caminhos que foram criados, na época do Brasil colônia, com o objetivo de facilitar o escoamento de ouro e pedras preciosas de Minas Gerais até o porto de Paraty, localizado no estado do Rio de Janeiro.

Se você deseja fazer um mochilão e conhecer mais de perto a história do Brasil, não deixe de incluir essa atração na sua lista. Neste artigo, vamos explicar melhor a rota da Estrada Real. Boa leitura!

O que é a Estrada Real?

A Estrada Real consiste em uma rota criada pelos colonizadores no período de descoberta do ouro em Minas Gerais. As rotas saíam do estado mineiro e seguiam em direção ao litoral do Rio de Janeiro. Era uma maneira mais simples e fácil de escoar todo o ouro, diamante, pedras preciosas, café, gado e escravos.

Recentemente, em uma tentativa do governo de preservar esse patrimônio histórico de extrema relevância, a estrada foi transformada em um verdadeiro roteiro de turismo. A rota apresenta cerca de 1.512 km de extensão, e passa por 177 municípios brasileiros (162 deles localizados em Minas Gerais, 8 no Rio de Janeiro e 7 em São Paulo).

Conhecer os caminhos da Estrada Real é, de fato, reviver a história de um Brasil antigo. Trata-se de uma excelente maneira de conhecer, de perto, um pouco mais sobre a cultura, as construções e os costumes dos cidadãos que habitaram a região durante o século XVIII e XIX.

Quais são as rotas da Estrada Real?

Atualmente, a Estrada Real é dividida em 4 caminhos:

  • Caminho Velho;
  • Caminho Novo;
  • Caminho dos Diamantes;
  • Caminho do Sabarabuçu.

Caminho Velho

O Caminho Velho é considerado a primeira rota que foi oficialmente inaugurada pela Coroa Portuguesa. Essa via apresenta, aproximadamente, 710 km de comprimento. Ela passa pelo litoral do Rio de Janeiro (Paraty), atravessa a Serra da Mantiqueira, pelo circuito das águas e por algumas vilas na região, até terminar na famosa cidade histórica barroca de Ouro Preto, em Minas Gerais.

Caminho Novo

O Caminho Novo foi idealizado como uma alternativa ao Caminho Velho. A intenção era melhorar a acessibilidade de trabalhadores e garimpeiros que passavam pelo local carregando equipamentos pesados para a extração de ouro, diamante e outros materiais.

Ao longo do percurso, o viajante se depara com várias estruturas da época, como túneis e chafarizes. Além disso, algumas antigas fazendas da região foram transformadas em hotéis e pousadas, com o objetivo de hospedar os turistas.

Caminho dos Diamantes

Essa rota apresenta 350 km de extensão e liga a cidade de Diamantina até Ouro Preto. Ela ganhou mais importância no ano de 1729, época em que o minério e as pedras preciosas da região ficaram em evidência na economia.

O caminho percorre o Parque Nacional da Serra do Cipó, na Serra do Espinhaço. É o lugar perfeito para o turista aproveitar a região, com diversas cachoeiras e rica variedade de espécies vegetais espalhadas entre os imensos complexos de rocha. É possível praticar esportes outdoor, como rafting, montanhismo, escalada e trekking.

Caminho de Sabarabuçu

É a menor rota que forma a Estrada Real, com aproximadamente 160 km de comprimento. A via foi criada com o intuito de ser uma rota alternativa ao Caminho dos Diamantes.

Quais são as cidades históricas para conhecer na Estrada Real?

O que não falta são cidades para visitar ao longo do trajeto da Estrada Real. Confira, a seguir, as principais.

Paraty (Rio de Janeiro)

Paraty é uma cidade litorânea com um lindo centro histórico e belas praias. A região ainda preserva as estreitas ruas de pedras como forma de homenagear o passado. Ela faz parte do Caminho do Ouro, via que foi construída pelos escravos e liga Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Ouro Preto (Minas Gerais)

A cidade de Ouro Preto não é famosa apenas pelas obras arquitetônicas e as igrejas que retratam a época barroca mineira. A região abriga muitos aspectos da época colonial, como ruas e ladeiras de paralelepípedos, chafarizes e casarões coloniais, tudo no maior estilo dos séculos 17 e 18.

Diamantina (Minas Gerais)

Diamantina foi colonizada em uma região com um terreno abundante em diamantes e pedras preciosas. Daí o seu nome. A cidade apresenta um típico cenário de interior misturado com casas coloniais e antigas igrejas. Atualmente, ela é considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO.

Além disso, existem outras opções de cidades para se conhecer na Estrada Real:

  • Mariana (Minas Gerais)
  • Tiradentes (Minas Gerais)
  • Caxambu (Minas Gerais)
  • Congonhas (Minas Gerais)
  • Petrópolis (Rio de Janeiro)
  • Guaratinguetá (São Paulo)
  • Cunha (São Paulo)

O que fazer na Estrada Real?

Existem muitas atrações nas quais você pode se divertir nos dias em que estiver conhecendo a Estrada Real. Com certeza, alguma opção vai te agradar. Confira alguns exemplos.

Cachoeiras

Existem muitas cachoeiras nas vias que compõem a Estrada Real. Você pode tirar alguns minutos do seu passeio para se refrescar, conhecer o ambiente e tirar ótimas fotos!

Trekking

É possível praticar trekking em dois locais específicos: o Circuito Trilha dos Inconfidentes, que fica no Caminho Velho, a 1.060 metros de altitude. O segundo ponto é em Araucária Ecoturismo, considerado o quinto maior pico do Brasil, com cerca de 2.791 metros de altura.

Agroturismo

O agroturismo é uma boa opção para as crianças. Existem várias fazendas espalhadas pela Estrada Real que oferecem comidas típicas, contato com os animais, rios e uma vista incrível de toda a região.

Centros históricos

A Estrada Real passa por diversas cidades históricas. A maioria ainda conserva o ar rústico e simples, com diversas obras arquitetônicas do período colonial brasileiro, igrejas barrocas, casarões antigos e obras e monumentos que se tornaram verdadeiras relíquias.

O percurso da Estrada Real pode ser dividido em alguns roteiros menores, cada um passando por locais específicos. De qualquer forma, é importante tomar cuidado com a saúde e utilizar uma roupa adequada para poder vivenciar essa experiência com conforto e segurança.

Está pensando em praticar trekking na Estrada Real? Saiba o que é e como começar a praticar esse esporte de aventura!