Saiba agora como planejar uma viagem de aventura inesquecível

Turismo já é uma atividade revigorante, mas uma viagem de aventura é algo que fica cravado na memória, pois proporciona uma mistura de prazer, adrenalina e liberdade. Além disso, ajuda a recarregar as energias e nos motiva a alcançar objetivos com mais eficiência.

Independentemente do lugar escolhido, estar em contato com a natureza e, ao mesmo tempo, poder se divertir e relaxar não tem preço. No entanto, para que tudo corra bem na viagem de aventura, é preciso fazer um bom planejamento. Assim, você não cai em ciladas que possam comprometer a tranquilidade no passeio.

Pensando em ajudá-lo a ter momentos inesquecíveis, escrevemos este artigo para apresentar os principais passos a serem tomados na hora de planejar uma viagem de aventura. Confira!

O que é uma viagem de aventura?

Uma viagem de aventura é aquela em que o planejamento central gira em torno de atividades de lazer ao ar livre. O objetivo é experienciar o local de visitação sob uma nova perspectiva, conseguindo lembranças únicas e novos aprendizados.

Muitas pessoas buscam fazer trekking, montanhismo, rafting, rapel e uma série de outras atividades que criam uma imersão completamente diferente de um passeio turístico tradicional, em que normalmente a visitação acontece de maneira mais “passiva”.

Vale a pena mencionar que esse tipo de viagem outdoor é indicado para um certo perfil, e nem todas as pessoas se sentem confortáveis em iniciar ou programar esse tipo de lazer, que, apesar de seguro, apresenta alguns riscos inerentes.

É imprescindível ter noção dos seus próprios limites e saber programar um itinerário seguro, com bons profissionais para auxiliar ao longo da sua jornada. Afinal, o objetivo é se divertir e não passar por graves problemas, não é verdade?

Apenas como uma curiosidade, saiba que o turismo de aventura no Brasil é extremamente popular e pode até mesmo ser realizado como viagens de fim de semana. Você não precisa sair do País para poder ter grandes emoções e uma incrível sensação de liberdade.

Nosso território é repleto de grandes experiências, com maravilhosas histórias a serem escritas a cada novo lugar visitado. Isso ajuda a eliminar a ideia de que somente o exterior pode proporcionar grandes emoções. Na verdade, muitos estrangeiros vêm para o Brasil justamente para vivenciar nossas belezas naturais.

Por que é tão importante fazer um planejamento?

Planejar uma viagem é algo que vai lhe proporcionar prazer e o deixará animado para colocar tudo o que programou em prática. Embora esse sentimento de euforia e ansiedade se instale nesse momento, é preciso ter muita atenção para não esquecer nenhum detalhe e garantir que sua viagem de aventura seja tranquila e sem surpresas desagradáveis.

De início, um bom planejamento ajudará a diminuir os perrengues durante o passeio, fazendo com que você aproveite tudo com segurança e tranquilidade. Independentemente de o objetivo da viagem ser conhecer os principais desertos do mundo ou esquiar na neve, é preciso se planejar.

Vamos supor que você tenha programado uma viagem de aventura para o Chile. Lá, seu principal desejo é esquiar, mas você não se programou direito e não sabe muito bem como funcionam os procedimentos nas montanhas. Chegando ao seu destino, tudo está fechado, e você só consegue ter acesso aos lugares menos populares.

Resultado: você volta frustrado porque, além de não conseguir fazer o que queria, precisou pagar para fazer uma atividade que nem estava nos seus planos.

É esse tipo de situação que um bom planejamento de viagem evita. Lembre-se de que seu propósito aqui é se divertir e deixar os problemas de lado, por isso, você não pode simplesmente comprar uma passagem aérea e definir na hora o que será feito.

Não se esqueça também de que até mesmo as viagens em grupo precisam desse tipo de cuidado. Mesmo estando acompanhando, os riscos ainda são presentes e devem ser minimizados para uma experiência tranquila e realmente recompensadora.

E, para quem nunca fez uma viagem de aventura, não se esqueça de que sempre existe por onde começar. Existem trilhas para iniciantes, por exemplo, que são uma ótima maneira de observar as particularidades do local de forma única e extremamente prazerosa.

Porém, não deixe de estar apto para iniciar nessa atividade — algumas das melhores trilhas do mundo exigem certo preparo físico, e é importante estar em forma e com a saúde em dia antes de se aventurar por aí. Isso vale para pequenas e grandes distâncias.

Como fazer o planejamento da viagem de aventura?

Agora que você já entendeu a importância de fazer um planejamento para sua viagem de aventura, é hora de aprender a montá-lo de maneira eficiente, a fim de evitar transtornos que possam colocar em risco o sossego da diversão. Vamos lá?

Escolha o destino

A escolha do destino é o primeiro passo para definir sua viagem de aventura. Analisando seus objetivos, você consegue verificar quais lugares podem oferecer as diversões que procura. Isso é importante porque é preciso analisar qual é o melhor período para visitar determinados lugares.

No Brasil, por exemplo, existem várias opções incríveis para você se aventurar. No entanto, em algumas épocas do ano, o volume de chuva é muito grande, e isso pode fazer com que a viagem não seja tão cheia de aventura como deseja.

Veja alguns de nossos artigos em que abordamos as viagens de aventura no Brasil:

É claro que fora do Brasil não poderia ser diferente: existem roteiros incríveis com as mais diferentes paisagens, de neve a deserto, de savana aos alpes. Abaixo, a lista de algumas aventuras incríveis que você pode começar a planejar hoje:

Inclusive, alguns destinos exigem vacinações e vistos — sem eles, você sequer conseguirá embarcar no avião.

Adquira os equipamentos necessários e kit de primeiros socorros

Outro ponto importante é o uso de equipamentos específicos para determinadas aventuras. Se você deseja se aventurar em lugares frios, é fundamental usar calças e jaquetas feitos com material especial, que ofereça segurança para as condições baixas de temperatura que vai enfrentar.

Agora, se seu desejo é fazer trekking, no mínimo, você precisará usar mochila, garrafa térmica, botas especiais para esse tipo de atividade, entre outros equipamentos indispensáveis.

Para quem vai fazer uma viagem ao deserto, é essencial comprar uma segunda pele para conseguir suportar bem o calor e o frio, que costuma ser uma particularidade desse tipo de ambiente.

Calçados abertos também são adequados para quem fará longas viagens na areia. Para aqueles terrenos mais firmes, com rochas e outros acidentes geográficos, o ideal é a bota de trekking, que gera muito conforto e segurança para os pés.

Obviamente, essas são apenas algumas das recomendações mais básicas e sugerimos que você pesquise bastante sobre o clima local e procure as melhores opções de acordo com seu destino. Por via de regra, opte por materiais funcionais, impermeáveis e com boa resistência.

A leveza também é importante, especialmente para quem ficará se movimentando por longas horas durante o passeio.

Também não podemos nos esquecer de mencionar a importância do kit de primeiros socorros. A natureza é linda, mas sempre existe a possibilidade de ocorrerem pequenos incidentes que exigem cuidados especiais. Por esse motivo, o kit não pode ficar de fora do seu planejamento.

Um kit básico deve ter estojo, materiais para curativos (com gaze, esparadrapo, álcool, algodão e afins), alguns medicamentos básicos (como analgésicos, antibióticos, repelentes, remédio para enjoo, entre outros) e alguns itens básicos, como tesoura.

O ideal é levar em consideração o local da sua viagem e adequar seu kit às necessidades do ambiente em que você estará inserido. Tome cuidado extra com medicamentos — eles podem ser um grande problema durante a viagem, a depender do país e do que está levando — e jamais viaje sem nenhum tipo de proteção.

Essa dica é ainda mais importante para quem fará trekking e montanhismo no geral. Entretanto, todos podem se beneficiar dos primeiros socorros. E, acredite, é melhor levar um kit e não precisar usar do que precisar usar e não ter um em mãos.

Tenha noção de rota e navegação

Imprevistos podem acontecer em qualquer tipo de viagem. No caso das relacionadas às aventuras, é de suma importância ter uma boa noção de rota e navegação, pois esse tipo de conhecimento pode salvar vidas. Com a ajuda de um mapa ou bússola, por exemplo, é possível identificar a exata posição para conseguir chegar ao destino.

Antes de viajar, é preciso estudar esse assunto. Se você ainda não conseguiu aprender tudo sobre o tema e a data da sua viagem de aventura está próxima, é possível fazer uso de GPS, pois ele oferece recursos interessantes para auxiliá-lo a seguir rotas, além de possibilitar a verificação de altitudes, temperaturas, coordenadas etc.

Seu celular pode ter algumas funções interessantes e bem funcionais. A depender do seu passeio, ele pode ser tudo o que você precisa para permanecer seguro e livre de alguns problemas mais graves.

Todavia, saiba que existem alguns equipamentos apropriados, que são extremamente eficazes e apresentam enorme precisão de localização. Porém, esses produtos tendem a ser para um público mais específico, que faz viagens para locais mais inóspitos e com grande dificuldade de localização.

Na dúvida, sempre procure por ajuda profissional e não deixe de ter um guia ao seu lado. Além do seu equipamento de rota e navegação, a experiência e o conhecimento local são imprescindíveis para seu sucesso.

Nada supera a prática, e certamente um país distante não é o local mais adequado para passar por algum aperto ou dificuldade no meio do nada. Portanto, tome suas medidas de segurança e nunca fique sem ter nenhum tipo de plano B para as situações de emergência.

Faça uma visita ao médico para saber suas condições

Nossa saúde é muito delicada, nem sempre pequenos desconfortos podem ser sinais de doenças simples. Muitas delas são silenciosas e podem agravar com o passar do tempo. Nesse sentido, antes de embarcar na sua aventura, é preciso visitar um médico, para que ele possa avaliar seu estado de saúde e se certificar de que você está apto a praticar atividades físicas.

Peça para ele avaliar seu estado físico a fim de verificar se as atividades que serão realizadas não comprometerão a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida. Isso porque alguns trajetos podem ser muito exigentes, o que pode tornar uma viagem inesquecível um momento traumático.

O tradicional teste ergométrico — popularmente conhecido como teste de esforço — é uma das melhores maneiras de ter total certeza de que seu organismo está preparado para segurar altas intensidades e condições adversas.

Pedir um checkup geral ao seu doutor pode ser prudente, assim como uma atenção maior ao sistema cardiovascular. A ausculta cardíaca e a pulmonar tradicional também são bons parâmetros e um bom início para averiguação da condição física geral.

Por fim, um hemograma completo e um ecocardiograma são o suficiente para afastar de vez qualquer tipo de risco que você possa ter. Não se esqueça também de aferir a pressão arterial.

Apesar de parecer muito, saiba que esse costuma ser um checkup anual bem tradicional, especialmente para quem pratica atividade física regularmente. Entenda que passar mal em terras estrangeiras pode ser, além de extremamente desconfortável e perigoso, um verdadeiro problema, tendo em vista as complicações com hospitais e medicamentos.

Outra dica extra é certificar-se de estar em forma antes de submeter-se a atividades de alta intensidade. Voltar a se exercitar em alto nível após algumas semanas de repouso é receita para o desastre. Evite lesões e permaneça seguro na sua viagem.

Leve roupas adequadas

Conforme mencionado, saber quais roupas são mais adequadas para seu destino é fundamental para garantir uma viagem tranquila e segura, sem colocar em risco a saúde. Mas, muito além disso, é importante se planejar para adquiri-las.

É importante verificar o equipamento adequado para fazer o investimento correto em vestuário, calçados e outros itens necessários, buscar a tecnologia ideal de acordo com o local e atividade que vá praticar durante a viagem.

Acima, tocamos brevemente no assunto e as regras continuam as mesmas: pense em leveza, funcionalidade e qualidade do tecido para as condições climáticas e locais. Para quem enfrentará neve, as jaquetas impermeáveis, por exemplo, são fundamentais para permanecer seguro e aquecido.

Quais os principais destinos da viagem de aventura?

Uma viagem de aventura pode ter uma quantidade praticamente infinita de destinos. Afinal, o planeta é enorme, existem mais de 190 países com várias atividades diferentes esperando pela sua presença.

O ideal é selecionar pelo tipo de ambiente e de esporte preferido para, em seguida, definir um local apropriado para sua nova jornada inesquecível. Para ajudar você, criamos uma pequena lista com alguns dos locais mais impressionantes do mundo e do Brasil.

Veja abaixo quais são esses destinos fantásticos.

Destinos internacionais

Os destinos internacionais normalmente exigem mais experiência e até mesmo conhecimento do turista. O ideal é ter domínio do inglês e já ter uma noção básica de quais são as roupas adequadas para cada tipo de clima, esses são bons parâmetros básicos para não passar por muita dificuldade em terras estrangeiras.

Nova Zelândia

O primeiro que podemos citar é a Nova Zelândia, que proporciona grandes aventuras em terrenos variados. É possível surfar, fazer trilhas, passeios de barco e praticar o montanhismo com grande facilidade em paisagens épicas.

Nepal

E, para quem é aficionado no montanhismo, o Nepal é outro lugar extraordinário, conhecido por muitos como uma das capitais mundiais para quem curte montanhas e o trekking de maior dificuldade. A beleza natural é enorme, e o clima e o terreno variam bastante — definitivamente não é uma viagem para iniciantes!

México

Em terceiro lugar, podemos falar do México, um país latino com beleza ímpar e um clima bem semelhante ao nosso. Repleto de praias, esse é o local perfeito para embarcar em viagens com ênfase no mundo aquático. Mergulhos, surf, canoagem e uma série de outras aventuras são alvo ideal desse país maravilhoso.

Noruega

Para quem busca o frio completo, a Noruega é um destino pra lá de inusitado. As trilhas no gelo e as montanhas são exuberantes, fazendo com que tudo se torne prazeroso e um intenso desafio — especialmente para quem busca subir altitude. Para quem gosta de caiaque, esse país apresenta algumas das melhores paisagens para essa aventura.

Suíça

Por fim, nós temos a Suíça, um país que também é repleto de montanhas e locais com alta altitude. Além do trekking e do montanhismo, saiba que os passeios de asa delta e de parapente são atividades frequentemente praticadas na terra do chocolate e do queijo. Certamente outro ponto fantástico que merece sua visita.

Destinos nacionais

Os destinos nacionais são ótima opção para quem quer conhecer mais o território nacional ou simplesmente não deseja sair do País. Outro benefício é a distância relativamente curta e a praticamente inexistente complexidade — não há câmbio, passaporte ou inúmeras outras particularidades das viagens internacionais.

Fernando de Noronha

Um dos destinos mais comuns e desejados é para a região nordeste do País, Fernando de Noronha, por exemplo, é frequentemente eleito como um dos lugares mais bonitos do mundo. Existem inúmeras trilhas e um destaque especial para a vida marinha — mergulhos, travessias e outros passeios aquáticos são obrigatórios para quem visita esse arquipélago.

Jalapão

Um segundo local interessante é o Jalapão, que fica localizado no Tocantins. Lá, é possível encontrar uma beleza natural única e extremamente variada. Para quem busca uma viagem de aventura, é possível fazer praticamente qualquer coisa. Existem cachoeiras, trilhas, dunas, morros e uma infinidade de atividades e esportes para praticar nesse local maravilhoso.

Bonito

E, para quem ama a vida aquática, Bonito, no Mato Grosso do Sul, é mais uma parada obrigatória. Existem cachoeiras, rios, cavernas, grutas e uma infinidade de esportes para praticar em um dos ambientes mais deslumbrantes do País. O local vale a visita e é destino certeiro daqueles que amam mergulho.

Chapada dos Veadeiros

Em quarto lugar, a Chapada dos Veadeiros, em Goiás. Esse é o destino dos mochileiros de plantão, que fazem inúmeras travessias e não deixam de aproveitar a beleza natural das trilhas e cachoeiras que o local apresenta para seus turistas. Para quem gosta de rapel e tirolesa, esse é um destino super especial, uma vez que existem poucos lugares no Brasil tão privilegiados para essas práticas como lá.

Serra dos Órgãos

Por fim, podemos mencionar a Serra dos Órgãos, em Teresópolis, no Rio de Janeiro, como um dos locais mais badalados pelos montanhistas. Existem inúmeras opções para trekking e para escalada, e as trilhas são outro ponto que costuma atrair turistas de todo o Brasil. Os cariocas são sortudos nesse aspecto e aproveitam bastante as paisagens, que são deslumbrantes e dignas de uma verdadeira pintura.

Agora que você conhece vários destinos maravilhosos, não deixe de fazer um bom planejamento para tornar seu passeio inesquecível. Siga nossas orientações, lembrando que esse tipo de atividade se torna muito mais legal quando compartilhada com os amigos. Portanto, envolva-os no cronograma e aproveitem o passeio ao máximo.

Não se esqueça de levar a segurança em primeiro lugar, e na dúvida, procure por informações e dicas de pessoas que já visitaram o local de sua escolha. Dessa forma, você se livra das surpresas e garante uma experiência fantástica!

Gostou do post sobre viagem de aventura? Que tal entrar em contato conosco para tirar suas dúvidas sobre os melhores equipamentos para seu destino? Estamos à disposição e prontos para lhe ajudar!

 

Powered by Rock Convert

Columbia Sportswear

Conheça nossa Loja Virtual »

POSTS RECENTES

FIQUE POR DENTRO!
Receba dicas de destinos, produtos e muito mais para aproveitar melhor suas aventuras!
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!